Dia da Saúde e Nutrição: tempo de repensar a saúde e os hábitos alimentares

05/11/2012 12:27

 

Dia da Saúde e Nutrição: tempo de repensar a saúde e os hábitos alimentares 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por meio de programas de segurança alimentar e nutricional, Governo Federal apoia criação de Restaurantes Populares, Cozinhas Comunitárias e Bancos de Alimentos
Brasília, 31 - 31 de março, Dia da Saúde e da Nutrição, é momento para se pensar na saúde e nos hábitos alimentares. Afinal, comer bem vai além de satisfazer a fome e uma alimentação saudável consiste no consumo de nutrientes e resulta em melhor qualidade de vida.

A coordenadora geral de Educação Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Patrícia Gentil, explica que os distúrbios alimentares vão da desnutrição à obesidade. "Do ponto de vista da saúde, o sobrepeso e a obesidade, que aumentam de forma substancial, estão relacionados à condição socioeconômica da população. A obesidade é multifatorial, tem muitos determinantes e um deles é a própria pobreza. Hoje, temos alimentos ricos em gorduras e açúcares e a população tem mais acesso a esse tipo de alimento, ainda associado ao sedentarismo."

A coordenadora dá uma dica: "A receita para uma alimentação saudável é consumir menos alimentos processados e mais naturais, aliada a uma atividade física". Ela lembra os cuidados que os pais devem ter quanto à formação dos hábitos alimentares das crianças: "Quanto mais prolongado o aleitamento materno, menor é a incidência de obesidade ao longo do tempo. A complementação alimentar deve ser iniciada de forma cuidadosa. Tem que ter um olhar diferenciado para a alimentação na escola. Os hábitos alimentares começam na infância e são determinados ao longo da vida".

Equipamentos públicos - O apoio à implantação de Restaurantes Populares, Cozinhas Comunitárias e Bancos de Alimentos é uma das ações de segurança alimentar e nutricional do MDS. Os dois primeiros oferecem refeições nutritivas a preços que variam entre R$ 1 a R$ 2, e os terceiros recebem doações de alimentos e os entregam a entidades socioassistenciais.

Com apoio do MDS, existem 89 Restaurantes Populares, 412 Cozinhas Comunitárias e 67 Bancos de Alimentos em funcionamento. Mais de 200 mil refeições são servidas diariamente e 3,4 mil entidades socioassistenciais beneficiadas por mês.

Para o coordenador geral de equipamentos públicos, Antonio Leopoldo, "essas unidades trabalham na lógica de produção de refeições saudáveis e levam em consideração tanto a quantidade quanto a qualidade dos pratos, com acompanhamento de nutricionistas, cardápio diversificado e boas práticas de manuseio".

São também espaços para cursos de educação alimentar e para capacitações sobre melhor aproveitamento do alimento e como escolher a refeição conforme o público atendido, seja idoso ou criança.

Fonte: http://www.mds.gov.br/saladeimprensa/noticias/2011/marco/dia-da-saude-e-nutricao-tempo-de-repensar-a-saude-e-os-habitos-alimentares
Adriana Scorza
Ascom/MDS
(61) 3433-1052
www.mds.gov.br/saladeimprensa